Para muitos motoristas, calibrar pneus é simples e rápido. Ainda podemos, no entanto encontrar muitas pessoas que cometem erros ao fazer a calibração. Alguns calibram demais, outros calibram de menos. Uns seguem dicas de seus parentes, amigos, ou do “mecânico” para uma calibragem “ideal”. Mas quem está certo nessa história toda? É o que vamos ver.

Como calibrar um pneu?

Vá até um posto de combustível ou um borracheiro. Peça para te indicarem onde fica o calibrador de pneus. No calibrador, coloque o valor de PSI indicado para o seu modelo de veículo, lembrando que pneus dianteiros e traseiros podem ter valores diferentes. Remova a tampa da válvula do pneu e guarde. Encaixe a mangueira de ar até o máximo e deixe o calibrador fazer seu trabalho. Ele apitará quando chegar ao valor correto de calibragem

Lembre-se que se o pneu estiver perdendo muita pressão (mais de 5 psi) por semana, pode ser sinal de um furo. Leve o pneu a um borracheiro para verificar.

Que pressão usar no calibrador de pneu?

Dúvida muito comum e muito pesquisada online. Porém, não há uma resposta padrão, com uma calibragem exata para todos os veículos. Cada veículo terá uma pressão específica para seus pneus, indicada pelo fabricante. Em alguns veículos, a pressão pode ser diferente entre os pneus dianteiros e pneus traseiros. A calibragem também pode varia de acordo com o uso do pneu, por exemplo. O peso do veículo também afeta a calibragem.

A recomendação é que você sempre siga a pressão do manual do fabricante, salvo quando você está usando um veículo para uma finalidade específica, como corridas, ou off-road. Mas aí, supomos que você já vai ter pesquisado bastante sobre pneus para saber a calibragem correta.

Não tenho o manual do fabricante, como posso encontrar a pressão ideal do pneu?

Se você não tem mais o manual do veículo, hoje em dia é fácil encontrar online por cópias ou simplesmente ligar pra concessionária da fabricante do veículo para obter as informações que você precisa.

Em muitos carros, o valor da calibragem em BAR ou PSI estará na barra da porta do motorista ou na tampa do tanque de combustível, o que torna fácil a consulta pela calibragem correta.

Calibragem de pneus

Calibre o pneu do seu veículo corretamente para reduzir o consumo e aumentar a durabilidade dos pneus. (Foto: Tireseasy.com)

Você pode calibrar pneus com nitrogênio?

Muitos fazem essa opção, pois garante melhores resultados na calibragem dos pneus. O nitrogênio é um gás mais estável, mantendo uma pressão constante nos pneus. Como resultado, você acaba precisando de fazer menos recalibragens, além de aumentar a vida útil do seu pneu.

É importante que não devem ser usados o nitrogênio e oxigênio e conjunto. Escolha um ou outro, e mantenha sua escolha.

Temperatura do pneu e calibragem

Muitas pessoas acham que a temperatura externa, ou seja, o clima do dia, influencia a pressão do pneu. Porém, isso é só uma meia verdade.

O que vai influenciar na calibragem de um pneu é sua temperatura interna, e não a temperatura externa. Uma temperatura interna alta aumenta a pressão. Isso pode indicar uma medida de pressão errada no medidor. Quando o pneu esfriar, seu carro ficará com os pneus na calibragem errada.

Antes da calibragem, não ande mais do que 3 km com o veículo, para manter os pneus na temperatura correta. Quando isso não for possível, adicione entre 4 e 6 PSI à pressão indicada para a calibragem.

Verificação da pressão dos pneus e consumo

Preferencialmente, toda semana você deve verificar a pressão dos pneus, inclusive do estepe. Além dessa verificação, faça também uma verificação dos pneus antes de fazer viagens mais longas, sempre. Isso garantirá sua segurança e grandes economias.

E falando em economias, uma calibração incorreta pode influenciar no consumo do seu combustível. Um pneu sub-inflado, ou seja, com baixa pressão, vai ter mais atrito com o solo. Esse atrito vai tornar mais difícil a rolagem dos pneus. O carro então terá de fazer mais força para rodar e assim, vai gastando mais combustível.

Além disso, a calibragem errada vai reduzir a vida útil do pneu, pois quanto mais atrito, mais rápido o pneu se desgasta. Você terá mais riscos de acidentes e de pneus estourados.

Ficou alguma dúvida sobre a calibragem dos pneus? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)