Ao comprar um veículo, o número de decisões que você tem que tomar pode ser esmagadora. Uma área comum de incerteza está relacionada aos motores e a todos os termos relacionados a eles. Seu vendedor provavelmente mencionará coisas como 4 cilindros, V6 ou V8, e muitas vezes os compradores não tem certeza do que isso realmente significa. Saber um pouco mais sobre os diferentes mecanismos poderia ajudar a facilitar sua próxima compra.

Os cilindros do motor

Cada veículo tem cilindros, e o tamanho do motor é geralmente denotado pelo número de cilindros de um veículo. Um 4 cilindros tem 4, um V6 tem 6 e assim por diante. Dentro de cada cilindro há um pistão, que se move para cima e para baixo. Combustível e ar se combinam dentro do cilindro e uma faísca cria combustão. A combustão empurra o cilindro para baixo, o que cria movimento que é transferido para o eixo motor, impulsionando o veículo. É por isso que os motores de veículos são chamados de combustão interna.

A maioria dos carros é movido por um motor de 4 ou 6 cilindros, enquanto a maioria dos caminhões, picapes e caminhonetes tem 6 ou 8 cilindros. Quanto mais cilindros em um motor, mais combustão ocorre, criando mais movimento para girar o virabrequim e a força para mover o carro. No entanto, mais cilindros também exigem mais gasolina para fazer a combustão necessária para dirigir o carro e, portanto, não são tão eficientes. Isso significa que quando você compra um carro de 4 cilindros, você está sacrificando o poder para aumentar a eficiência. O motor de 4 cilindros tem que trabalhar mais para mover o veículo, e o desempenho sofre. Fabricantes reconheceram isso e estão trabalhando para tornar os motores de 4 cilindros mais agradáveis ​​de dirigir.

Os pistões no motor

Os pistões dentro dos cilindros do seu veículo são indiscutivelmente a parte mais importante de um carro e eles também estão sujeitos a muito calor e estresse. Se um cilindro estiver com defeito ou não estiver funcionando corretamente, ele poderá causar danos significativos ao seu motor e afetar drasticamente o desempenho do veículo. O tamanho dos pistões e a quantidade de ar e combustível que está nas câmaras onde os pistões correm também influencia a potência que o motor pode produzir.

Motor V6 e V8

Lado a lado, um motor V6 e um motor V8 nem são tão diferentes. A diferença vem mesmo no desempenho. (Foto: GM Authority)

Motor V4, V6, V8…o que isso significa para seu carro?

Muitas fabricantes tem trabalhado para combinar a eficiência de um motor de 4 cilindros com o desempenho de um V6 ou V8 para que os compradores não tenham mais que se comprometer. Um dos recursos mais utilizados é usar o turbo para aumentar o desempenho do veículo. Isso resulta em vários carros que vem com um motor turbo 1.4 de 4 cilindros opcional. O motor de 4 cilindros funciona como um motor normal, mas o turbo fornece energia adicional quando você precisa.

Como mencionado acima, a combustão criada pelo ar, gasolina e uma faísca é o que empurra um pistão. Um turbo funciona adicionando mais ar na câmara, o que faz com que cada combustão seja mais potente. Isso faz com que o pistão se mova com mais força, o que é transferido para o eixo motor, movimentando o veículo. Um turbo não funciona constantemente, o que ajuda a manter baixo o consumo de combustível. Em geral, ele será ativado apenas quando o mecanismo for pressionado em busca de mais velocidade ou potência

A chave para decidir entre um motor de 4, 6 ou 8 cilindros depende do veículo que você está considerando, seus hábitos de condução e que tipo de desempenho ou eficiência você quer do seu veículo. Mantendo esta informação em mente, esperamos ajudar a tornar a decisão final muito mais fácil!

Qual tipo de motor vocês preferem? Por que?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)