O que é RPM e qual o significado para seu veículo?

Escrito na categoria "Mecânica e manutenção de veículos" por André M. Coelho.

O que significa RPM? RPM significa “Revoluções por minuto”. É uma forma de medir a velocidade em que o motor gira ou gira. RPM é uma medida de duas coisas: o número de vezes que o virabrequim do motor faz uma rotação completa a cada minuto e, simultaneamente, o número de vezes que cada pistão sobe e desce em seu cilindro. Algumas pessoas chamam RPM de “velocidade do motor”.

A rotação de um motor é indicada pelo tacômetro de um veículo no painel de instrumentos.

Como funciona o motor para criar RPM no carro?

Geralmente, um motor girando mais rápido cria mais potência. Quando você pressiona o acelerador, as RPMs do motor do seu carro aumentam e sua potência também aumenta, até certo ponto. A potência máxima de um motor nem sempre ocorre em sua RPM mais alta. Se você olhar para as especificações do motor, você notará que elas indicam o valor de pico de potência e, depois disso, o RPM em que o pico ocorre. Por exemplo, as especificações do motor podem ser de 252 hp a 5.600 RPM. Isso significa que o motor não será capaz de atingir os 252 cavalos de potência até que esteja funcionando a 5.600 RPM.

O torque normalmente ocorre em RPM mais baixo. Os motores turboalimentados ou sobrealimentados podem ter especificações que representam o torque de 273 libras-pés a 1.600 a 4.500 RPM; isso significa que há uma ampla gama de velocidades do motor nas quais ele pode produzir a quantidade máxima de torque.

RPM de veículo

O RPM é a rotação do motor, e influencia diretamente no desempenho do veículo e seu motor. (Foto: Shutterstock)

Objetivo do tacômetro e significado de RPM

A maioria dos painéis de carros e caminhões inclui um tacômetro, um indicador que informa aos motoristas as RPMs do motor. O tacômetro está geralmente no painel à esquerda do velocímetro (embora isso possa variar) e normalmente usa incrementos de milhares para medir o RPM.

Normalmente, você vê os números do tacômetro de 0 a 6, 7, 8 ou 9, com um “x 1.000” na parte superior, inferior ou central do mostrador. Quanto maior o número máximo, mais orientado para o desempenho o mecanismo provavelmente será; Os Porsches podem ter RPMs máximos acima de 9.000, mas o motor de uma minivan familiar média não chega nem perto desse número de RPMs.

Se o mostrador estiver apontando para “4”, isso significa que o motor está girando a 4.000 rotações por minuto. A zona no final da faixa do tacômetro é chamada de linha vermelha e geralmente marcada com uma linha laranja e depois vermelha. Pode começar em 6 ou 7, o que significa 6.000 ou 7.000 RPM. Esse é o sinal de alerta do limite no qual você pode acelerar o motor com segurança. Não está dizendo onde você encontrará mais poder.

Os perigos das altas rotações por minuto

Acelerar além da linha vermelha pode causar danos significativos ao motor. A maioria dos veículos modernos tem um limitador de rotação, que impede o motorista de empurrar o motor além da linha vermelha.

Um momento além da linha provavelmente não resultará em danos imediatos ou permanentes, mas é possível causar desgaste do motor que você poderia evitar. Outros riscos incluem danificar sua válvula de escape ou transmissão ou explodir seu motor. Se o dial do tacômetro estiver subindo, mas o veículo não engatar a próxima marcha corretamente, pode haver problemas com a transmissão. Você deve procurar atendimento imediatamente, para evitar possível falha de transmissão.

Tacômetros em carros de transmissão manual

Os motoristas de carros com transmissão manual precisam prestar mais atenção a seus tacômetros do que os motoristas de transmissões automáticas, já que as automáticas tomam suas próprias decisões sobre quando mudar de marcha.

Os motoristas da transmissão manual precisam saber quando aumentar ou diminuir as marchas para otimizar a eficiência e a segurança do motor. Assistir ao tacômetro ajuda os motoristas a avaliar quando mudar de marcha. Mudar de marcha para cima antes do limite do carro evita danos ao motor e cria uma transição suave para uma marcha superior. Reduzir a marcha antes que a RPM caia muito para evitar que o carro hesite e até mesmo pare.

Os carros mais novos com transmissão manual são equipados com limitadores de rotação, que ajudam a evitar que os motores sofram uma redução, mas os motoristas ainda são responsáveis ​​por se recuperar da interrupção e passar para uma marcha mais alta. Os motoristas experientes podem dizer quando trocar de marcha ouvindo o som do motor e sentindo se o motor do carro está sobrecarregado ou parando durante a direção.

Tacômetros em carros de transmissão automática

Os automáticos são programados para mudar antes que a velocidade do motor alcance a linha vermelha do tacômetro. A quantidade de pressão que você exerce no pedal do acelerador faz diferença. Na direção normal, as transmissões automáticas mudam quando as RPMs do motor produzem a mistura ideal de suavidade e eficiência. Para os motoristas de automáticas, o tacômetro é mais divertido de assistir do que um elemento necessário para a experiência de dirigir.

Por que entender o significado das RPM do carro?

Agora que você sabe o que significa RPM, deve aprender em qual RPM seu motor gera mais potência. Esse conhecimento o ajudará a melhorar o desempenho do seu carro. Para motoristas de transmissão manual, ajuda a estar ciente do momento certo para mudar e se beneficiar do design do veículo.

Também existe um fator de eficiência em jogo no RPM. Quando seu motor funciona com RPM mais baixo, ele consome menos combustível; inversamente, os motores queimam mais combustível e ar em RPMs mais altas. Isso não significa que seu motor deva viver em quarta ou quinta marcha o tempo todo. Mas se você puder acelerar gradualmente com mais freqüência e pisar fundo no acelerador para evitar picos na velocidade do motor, deverá notar uma melhora na economia de combustível.

Familiarizar-se com a rotação do motor do seu carro irá mantê-lo informado sobre o quão bem o seu veículo está funcionando, torná-lo ciente de possíveis problemas e melhorar seus hábitos de direção e consumo de combustível. Esteja você na estrada a negócios ou lazer, conhecer as RPMs do motor aprimorará sua experiência de direção.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário