Fazer uma conversão é uma das manobras básicas de direção e também uma das mais importantes. Muitas pessoas podem ter dificuldades no começo, mas é simples depois de identificar os passos necessários para a conversão correta e sem dores de cabeça. Ao fazer conversões à direita, curvas à esquerda e inversões de marcha, lembre-se sempre de executar algumas etapas simples

Como fazer conversão: sinalização e velocidade

É importante sinalizar antes de reduzir sua velocidade, pois é assim que você avisa os veículos atrás de você sobre suas intenções de virar. Lembre-se de que você deve sinalizar 30 metros antes das curvas em áreas residenciais / urbanas e 200 metros em áreas rurais / rodoviárias. Ao fazer uma conversão em um cruzamento sem um sinal de parada ou luz vermelha, não é necessário que você pare completamente, mas você ainda precisará desacelerar a uma velocidade segura e estar ciente de outros carros vindos de todas as direções .

Conversão no trânsito exige um monitoramento atento da via

Examine a área de parada em busca de riscos potenciais, como outros veículos, pedestres ou detritos na estrada. Em seguida, identifique a faixa adequada antes de virar e aponte para o centro da faixa. Sempre procure reduzir o risco de ter alguma moto, bicicleta ou outro veículo em seu ponto cego, evitando acidentes bobos.

Conversão na direção

Fazer conversões é fácil, bastando seguir alguns passos simples que garantem sua segurança e de outros motoristas. (Foto: Big Leap Creative)

Use o método de segurar o volante e faça a conversão com curvas menores

Com o método de direção de segurar e girar (às vezes chamado de puxar-empurrar-deslizar), suas mãos não se cruzam. Este método é usado apenas em situações em que você está percorrendo em torno de uma curva. Basta seguir alguns passos simples e você vai conseguir manter sua direção segura durante a conversão.

Use o método de mão sobre mão com conversões mais nítidas

Como o nome sugere, suas mãos se cruzam enquanto gira o volante. Entregar a mão pode parecer estranho no começo, mas é o método mais seguro e adequado para fazer uma curva. Com as duas mãos no volante, você está preparado para tomar uma ação rápida e evasiva, se necessário, no meio da curva.

Acelere fora da curva quando seguro

No meio do caminho, comece a acelerar suavemente e você sentirá o veículo começar a se endireitar. Não solte totalmente o volante, mas segure-o com cuidado e permita que ele volte para a posição central. O método mão a mão exigirá alguma prática. Tome cuidado nessa aceleração, principalmente quando estiver chovendo ou quando a estrada estiver suja.

Cuidado em conversões com carros vindo de ambas direções

Ao fazer uma conversão sem semáforos para uma via onde carros vem de ambas as direções, lembre-se de olhar primeiro para a direção de onde os carros poderão te atingir primeiro.

Em uma conversão à esquerda, olhe à esquerda, depois direita, depois esquerda de novo.

Em uma conversão à direita, olhe à direita, depois esquerda, depois direita de novo.

Em ambos os casos, continue monitorando as vias para veículos que podem surgir “do nada”.

É importante que os motoristas iniciantes aprendam e executem essas etapas para fazer uma curva adequada. Pratique essas técnicas em um amplo estacionamento aberto ou em outra área sem tráfego ou pedestres. Interessado em aprender mais? Deixem nos comentários suas perguntas que iremos ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)