Existem muitas razões para lavar seu carro regularmente. Torna mais agradável dirigir, mais agradável de olhar, vale mais quando você o vende e mais atraente para todos que você deseja atrair. Quando seu carro está sexy, você está sexy. E todo mundo fica feliz quando parece sexy.

Mas tem outro motivo pelo qual você pode querer lavar seu carro com mais frequência. As lavagens regulares são altamente propícias (se não vitais) à boa aparência de longo prazo de seu veículo.

O problema sério mais comum que se vê nos veículos que chegam para serem limpos em lava jatos é a falta dessa manutenção. Muitos carros clientes nunca foram encerados, polidos ou lavados adequadamente. Portanto, a tinta está cheia de defeitos pesados ​​e contaminação que poderiam ter sido facilmente evitados.

Vamos apresentar cinco erros comuns de limpeza que você definitivamente deveria evitar.

Lavar o carro com detergente pode ser ruim

O detergente pode remover coisas que tornam sua tinta brilhante ou a ajudam a mantê-la dessa maneira. Devido ao fato de sua tinta não ser talheres manchados de molho, é melhor lavá-la com sabão de lavagem de carro real. Até o material mais barato é (muito) melhor para o seu acabamento do que o detergente

Usar protetor de painel em assentos de couro

Bancos de couro brilhantes e lustrosos são uma coisa muito bonita, mas não estrague tudo. Evite limpar ou proteger esses bancos esportivos com algo diferente de um produto específico para couro e lembre-se de que alguns (se não muitos) protetores de painel podem até danificar a pele macia e suave.

Quer saber algo nojento? Com o tempo, os assentos de couro podem se tornar mais brilhantes à medida que absorvem coisas como os óleos da sua pele. A limpeza profissional a vapor faz uma enorme diferença.

Lavando carro corretamente

Lavar seu carro cometendo erros pode resultar em danos ao visual do veículo. (Foto: Superlative)

Quando lavar seu carro?

Lavar o carro ao sol é um trabalho estressante. Você precisa correr para manter as coisas molhadas, apressar a lavagem com esponjas de manuseio duplo, observar espuma de sabão secando na tinta e secar rapidamente depois, para evitar manchas de água desagradáveis.

Obviamente, toda essa pressa geralmente leva a um trabalho ruim, e é exatamente por isso que uma boa lavagem de carro sempre deve ser feita à sombra ou à noite, quando você pode relaxar e desacelerar um pouco.

Colocar o “pretinho” nos pneus

Quer saber uma das coisas mais irritantes para tentar tirar da tinta recém-lavada? Brilho do pneu, o conhecido “pretinho”. É literalmente a pior coisa, manchando e criando uma grande bagunça. É claro que você precisa fazer com que os pneus fiquem lustrosos. Então pegue um pano, afaste-se um pouco, aplique o pretinho dos pneus em um pano e volte ao carro para limpá-lo. Repita conforme necessário.

Usar um único pano ou esponja de lavagem

Leia isso não uma, nem duas, mas três vezes: se você lavar o carro inteiro, incluindo as rodas, com a mesma esponja ou pano, você será um monstro.

As rodas do seu carro estão muito próximas dos freios. Toda vez que você usa esses freios, as pastilhas de freio são usadas para criar grandes quantidades de calor e atrito. No processo, toda vez que você freia, nasce uma nuvem empoeirada de partículas de pastilhas de freio vaporizadas. Essas partículas são muito abrasivas e arranhadas e se acumulam nas rodas.

Lave as rodas e sua esponja é impregnada por pedaços de pastilhas de freio vaporizadas. Agora, da perspectiva do verniz, essa esponja de lavar é mais como um amontoado de cercas de arame farpado. Portanto, use um pano para a pintura, outro para as rodas e enxágue tudo até terminar.

Quais desses erros vocês cometiam? Como fazem para lavar seus carros?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)