Desembaçador de vidro, como funciona?

Escrito na categoria "Compra e venda de veículos" por André M. Coelho.

Você já se perguntou como funciona o desembaçador do seu carro? O que são essas estranhas linhas pretas em sua janela traseira? O que você deve fazer quando suas janelas embaçam? Como todas essas questões se unem? Continue lendo, nós prometemos que tudo fará sentido no final e você entenderá muito melhor o funcionamento do desembaçador do seu veículo.

Por que você precisa de um desembaçador de vidro no carro?

Um desembaçador de vidro de veículo serve para vários propósitos, e é uma daquelas partes que você tende a esquecer até que algo dê errado. Primeiro, é importante que façamos uma distinção entre o desembaçador do vidro dianteiro e traseiro.

O desembaçador dianteiro funciona canalizando o ar quente através das aberturas voltadas diretamente para o para-brisa. O desembaçador traseiro funciona por meio de correntes elétricas através de fibras pretas que passam pelo para-brisa traseiro. Ambos acabam servindo ao mesmo propósito, embora operando de forma diferente.

Como funciona o desembaçador?

Como mencionado anteriormente, os desembaçadores traseiros funcionam empurrando uma corrente elétrica através das fibras, mas os descongeladores frontais redirecionam o ar do ar condicionado e da unidade de aquecimento por meio de aberturas na parte superior do painel. Usar ar quente geralmente acelera esse processo, mas leva tempo para o núcleo do aquecedor esquentar depois de ligar o motor, fazendo com que o ar saia frio nos meses de inverno.

O objetivo do desembaçador é aumentar a temperatura geral do para-brisa para derreter o gelo ou fazer com que a condensação da névoa se dissipe.

Desembaçador de carro

O desembaçador do veículo ajuda muito a manter a visibilidade do seu veículo. (Foto: Quora)

Como saber se há problemas com o desembaçador veicular?

Nenhum calor está saindo durante o inverno ou em dias muito frios. Isso pode significar um problema maior. Você pode estar com pouco líquido de arrefecimento no veículo ou pode haver problemas com o núcleo do aquecedor.

Nada acontece quando você pressiona o botão desembaçador. Provavelmente é um problema elétrico. Pode ser um fusível queimado ou fiação solta.

As aberturas podem simplesmente estar sujas. Entupido com sujeira ou coberto de detritos, o ar seco pode não ter a oportunidade de passar pelas aberturas.

O que fazer se houver problemas no desembaçador?

Consertar um desembaçador de vidros quebrado geralmente não é uma tarefa simples e é altamente recomendável fazer uma verificação em vez de tentar consertá-lo sozinho. Frequentemente, há alguma desmontagem que precisa acontecer e pode até haver alguns problemas de reparo elétrico. Nesse caso, geralmente é melhor obter uma opinião profissional.

O passo a passo abaixo pode ajudar no diagnóstico e solução de problemas no desembaçador:

Passo 1

Verifique o fusível do circuito do desembaçador e certifique-se de que está em boas condições. Se necessário, substitua-o.

Passo 2

Ligue a chave de ignição, mas não dê partida no motor.

Passo 3

Ligue o desembaçador.

Passo 4

Abra a porta do motorista e olhe para a luz de teto dentro do seu carro. A luz mal deve iluminar. Se a luz não estiver fraca, vá para o passo 9.

Passo 5

Inspecione a grade do desembaçador na parte de trás da janela. Dê partida no motor e ligue o desembaçador.

Passo 6

Aguarde alguns minutos para permitir que a grade aqueça. Trace a grade com os dedos e sinta o calor ao longo do fio. Observe quando o fio estiver frio. É aí que a grade do desembaçador está quebrada. Você pode conseguir ver as lacunas dos fios.

Passo 7

Use uma luz de teste se você não puder ver os segmentos da grade quebrados. Comece na conexão positiva da rede. Prenda a luz de teste em um bom aterramento em seu veículo e toque as conexões da grade com a ponta da luz de teste. Se a luz de teste acender, você encontrou o lado positivo. Siga o fio da grade tocando a linha com a luz de teste em pequenos intervalos. O ponto onde a luz de teste não acende e o ponto anterior é onde a parte quebrada da grade está localizada.

Passo 8

Repare os segmentos de grade quebrados.

Passo 9

Verifique a conexão na rede e certifique-se de que haja continuidade entre os dois lados da conexão com um multímetro.

Passo 10

Ligue a chave de ignição, mas não dê partida no motor. Use uma luz de teste para verificar a tensão na conexão da rede. Se não houver tensão, verifique a continuidade do fio entre a conexão à rede e o relé.

Passo 11

Verifique o relé quanto à tensão de entrada e saída da grade do desembaçador usando uma luz de teste. Se houver tensão de entrada, mas não de saída, verifique se o relé está funcionando corretamente. A maioria dos relés de desembaçador usa um temporizador integrado que permanece ligado por aproximadamente 10 minutos. Se o relé não estiver funcionando corretamente ou não permanecer ligado pelo tempo necessário, substitua-o.

Verifique a continuidade do circuito do fio que sai do painel de fusíveis para a chave do desembaçador e verifique a continuidade da chave usando um multímetro. Além disso, verifique a continuidade no fio que vai do interruptor à lâmpada indicadora e ao relé. Faça os reparos necessários.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário