Luz da injeção eletrônica acesa, o que pode ser?

Escrito na categoria "Mecânica e manutenção de veículos" por André M. Coelho.

Você está dirigindo, cuidando de seu próprio negócio, quando do nada, uma luz aparece no seu painel. Parece o esboço do motor de um carro, e as palavras “Check” ou “Check Engine” podem aparecer ao lado dela. É a luz da injeção eletrônica uma das vistas mais temidas conhecidas pela humanidade.

Se você se encontrar nesta situação, temos boas notícias e más notícias. A boa notícia é: a luz da injeção nem sempre significa que algo está terrivelmente errado com o seu carro. A má notícia é: a luz da injeção pode significar que há algo terrivelmente errado com o seu carro. Não se preocupe, vamos explicar.

Luz de injeção acendeu, e agora?

A luz da injeção pode surgir por muitas razões. Por exemplo, algo tão simples como uma tampa do tanque de gasolina solta pode desencadear o aviso. E grandes problemas, como componentes de motor internos falhando, podem acender a luz, também. Para realmente saber o que está errado com o seu carro, é melhor ter um profissional diagnosticar a questão.

O que fazer quando a luz da injeção eletrônica acendeu?

Há inúmeras razões pelas quais a luz da injeção pode aparecer. Esta luz do motor é uma parte importante do sistema de diagnóstico a bordo do seu veículo. O computador do seu carro iluminará o aviso sempre que detectar um problema com o powertrain (mecanismo, transmissão e componentes relacionados) que possam aumentar as emissões do cano de escapamento.

Por exemplo, uma tampa do tanque defeituosa, que permitiria que os vapores de combustível escapassem na atmosfera, podem desencadear a luz. Da mesma forma, um problema interno do motor que causa uma falha de falha e, portanto, aumentou as emissões de hidrocarbonetos, também pode ligar a luz. E para tornar as coisas mais complicadas, como cada carro é diferente, o que desencadeia a luz pode variar por ano, e modelo.

Em outras palavras: não há como dizer exatamente por que sua luz do motor de verificação é iluminada sem realizar o trabalho de diagnóstico.

O que podemos dizer é que a luz da injeção acende para problemas relacionados ao motor. Problemas com, digamos, seu sistema de frenagem ABS desencadeará a luz do ABS, em vez da luz da injeção eletrônica.

Claro, hoje em dia, como várias partes de um veículo estão intimamente inter-relacionadas, em alguns casos raros, um problema dentro de um subsistema (por exemplo, os freios ABS) podem desencadear avisos em outro subsistema (por exemplo, o motor). Mas na maior parte, a luz da injeção significa que há um problema em algum lugar no motor ou componentes relacionados.

Luz da injeção eletrônica

Quando a luz da injeção eletrônica acender, não desespere e aprenda a resolver o problema de forma simples. (Imagem: Mobil)

Símbolo da injeção eletrônica aceso ou piscando?

O significado da luz da injeção pode variar dependendo se é uma luz sólida ou piscando.

Tanto uma luz de verificação de motor sólido como piscando indica que um problema foi detectado. No entanto, uma luz piscando indica que é um problema sério que requer sua atenção imediata. Se você vir uma luz piscando, é melhor entrar em contato com um mecânico o mais rápido possível para evitar sérios danos.

Em alguns veículos, a luz da injeção não piscará quando a situação é urgente. Em vez disso, a luz aparecerá em vermelho ou laranja em vez de amarelo quando uma questão urgente foi detectada.

O importante é o seguinte: você deve sempre obter o seu veículo diagnosticado e reparado, independentemente de a luz do mecanismo ser sólida ou piscando. Uma luz piscando transmite uma questão urgente que precisa ser cuidada imediatamente. Para proteger seu veículo – e evitar reparos dispendiosos – procure ajuda de um mecânico o mais rápido possível.

Razões comuns para a luz da injeção acesa

Com isso em mente, vamos explorar algumas das razões mais comuns pelas quais sua luz do motor de verificação pode estar ligada.

1. Problemas do motor

Escusado sem dizer que os problemas do motor podem desencadear a luz da injeção acesa. Um módulo de controle monitora a operação do motor através de uma coleção de sensores. E quando detecta um problema, ele liga a luz da injeção.

2. Problemas de transmissão

A transmissão do seu carro manipula o poder do motor e transfere-o para as rodas do veículo. Como os dois componentes trabalham juntos tão de perto, um problema com a transmissão também pode aumentar as emissões de gases pelo escapamento. Portanto, se o módulo de controle detectar um problema com a transmissão, ele ligará a luz da injeção eletrônica.

3. Problemas de equipamentos de emissões

Veículos modernos têm uma pletora de equipamentos de emissões a bordo. Há o sistema de recirculação de gases de escape, o catalisador, o sistema de emissões evaporativas – a lista continua. Cada peça do quebra-cabeça é projetada para minimizar as emissões de tailpipe, protegendo assim o ambiente e tornando o mundo um lugar mais seguro.

Não vamos entrar em cada um desses componentes e sistemas individualmente porque, francamente, há muitos para listar. Mas confie em nós quando dizemos que uma falha de equipamento de emissões pode facilmente ligar a luz da injeção eletrônica.

4. Módulos e sensores

Uma ampla gama de sensores e módulos governam os motores de hoje. Além disso, os módulos se comunicam uns com os outros em uma vasta rede de dados. Problemas com sensores, módulos, redes e fiação podem acionar a luz da injeção eletrônica.

5. Problemas de entrega de ar / combustível

O motor do seu carro precisa da quantidade correta de ar e combustível para ser executado corretamente. Quando fica muito ou muito pouco de um ou outro, o módulo de controle provavelmente notará. O dispositivo então liga a luz do mecanismo da injeção eletrônica.

6. Problemas do sistema de ignição

O sistema de ignição inclui as velas de ignição, pacotes de bobina e tudo mais necessário para inflamar a mistura de ar / combustível dentro do motor. Como você provavelmente adivinhou, o módulo de controle monitora a operação do sistema de ignição. E vai ligar a luz da injeção eletrônica se detectar um problema.

O óleo baixo pode acender a luz da injeção eletrônica?

Algumas pessoas acham que a luz da injeção eletrônica indicam que seu veículo está com baixo teor de óleo. A luz da injeção eletrônica pode acender por várias razões diferentes, mas um baixo nível de óleo normalmente não é um deles.

Estar baixo em óleo é um problema sério, mas não acionará sua luz da injeção eletrônica. No entanto, fará com que a luz do óleo no seu painel ligue. Essa luz parece que um óleo pode com uma gota de óleo pingando de seu bico. Se você vir essa luz ligar, isso pode indicar que seu veículo precisa de mais óleo.

É seguro dirigir com a luz da injeção eletrônica acesa?

Preste muita atenção ao desempenho do seu veículo. Você ouve algum som estranho? Ainda está dirigindo suavemente ou de forma intermitente?

Se você não percebe nada incomum, é provável que seja seguro continuar dirigindo seu veículo para um local seguro, mesmo que a luz do motor de verificação esteja ligada. No entanto, prossiga com cautela e certifique-se de obtê-lo diagnosticado e reparado imediatamente para evitar mais danos.

Se, no entanto, algo está desligado sobre o desempenho do seu veículo ou se outras luzes de painel ligam de repente, é melhor parar de dirigir o mais rápido possível. Diminua a velocidade e tente evitar acelerar rapidamente ou deslocamento de engrenagens. Permaneça neste ritmo lento e constante até que você possa parar e desligar seu veículo.

Diagnóstico da luz de injeção eletrônica

Pode ser difícil descobrir o que uma luz da injeção eletrônica significa por conta própria, mas um mecânico móvel tem as ferramentas e equipamentos para descobrir.

Quando a luz da injeção eletrônica acende, o computador do seu carro, que é frequentemente chamado de módulo de controle, armazenará um código de problema de diagnóstico correspondente  em sua memória. Um mecânico profissional pode conectar uma ferramenta de verificação ou leitor de código à porta OBD do seu veículo, que geralmente está localizada na coluna de direção, para recuperar esse código de diagnóstico.

Este código não informará o seu mecânico a razão exata por que sua luz da injeção eletrônica ligada. Em vez disso, seu mecânico usará o código como um ponto de partida para executar a solução de problemas adicional e realizar testes de diagnóstico adicionais para determinar o problema.

Como exemplo, o código de diagnóstico P0300 é usado para indicar que seu mecanismo está tendo problemas em mais de um cilindro. Não diz ao seu mecânico que os cilindros são afetados pelo problema ou o que está fazendo com que o motor fale cometido em primeiro lugar. Graças a este código, seu mecânico saberá para onde começar a procurar ao investigar o motivo pela qual a luz da injeção eletrônica está ligada.

Uma vez que o problema tenha sido identificado e reparado, a luz de verificação do motor deve ser desligada automaticamente. Se não desligar ou se reaparecer, pode precisar de reparos adicionais.

O que fazer se a sua luz da injeção eletrônica estiver ativada?

Você não saberá o que a luz da injeção eletrônica significa verdadeiramente até que você tenha seu carro diagnosticado por um profissional. O aviso poderia indicar algo simples e inofensivo – ou algo grave que pode causar mais danos ao seu veículo.

Se a sua luz injeção eletrônica ligar, você pode querer tentar apertar a tampa do tanque de gasolina. Lembre-se, uma luz da injeção eletrônica acesa pode ligar como resultado de uma tampa do tanque de combustível solta, e apertando firmemente a tampa pode resolver o problema. Se a luz desligar, não há necessidade de ter seu carro em um mecânico. Se a luz ainda estiver ligada, pode indicar um problema mais sério com o seu veículo.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário