O sistema de refrigeração do seu veículo ajuda a manter o calor do motor nos níveis recomendados para a operação ideal do seu carro. Este sistema inclui vários componentes: um radiador, uma bomba de água, um reservatório de transbordamento, termostato, sensor de temperatura, mangueiras e canais no próprio motor para remover o calor. O termostato abre em uma temperatura pré-designada durante a operação do motor para permitir a entrada do refrigerante. Qualquer número de causas pode reduzir os níveis de líquido refrigerante em seu carro, também conhecido como água do radiador.

Água baixando do reservatório por trnasbordamento

A maioria dos reservatórios de transbordamento vem equipada com um pequeno tubo que permite que o refrigerante escape se o motor ficar quente o suficiente e o refrigerante se expandir além da marca de cheio no reservatório de transbordamento. Isso pode acontecer em dias quentes, quando você também liga o ar condicionado.

Por isso, você precisa verificar o nível do reservatório periodicamente para garantir que o líquido de arrefecimento esteja entre as marcas de mínimo e máximo no reservatório. Use a mistura recomendada de líquido de arrefecimento e água para o seu veículo e abasteça até este local.

Radiador com água baixando

A água baixando no radiador pode nem sempre ser um grande vazamento, e é importante fazer o diagnóstico para resolver o problema. (Foto: divulgação)

Água do reservatório baixando por vazamentos

Pequenos vazamentos no radiador farão com que o nível dos fluidos refrigerantes caia. Vazamentos no orifício podem não ser perceptíveis durante a operação, pois o fluido vazará quando o carro estiver funcionando sob carga. Mas após a operação, o radiador exala um cheiro quente e úmido e mostra sinais de vazamento por baixo. Vazamentos de furos aumentarão se não forem corrigidos. Substitua o radiador ou leve-o para conserto em uma oficina mecânica.

Baixa da água do radiador por conta da junta do cabeçote

Uma junta do cabeçote vazando ou queimada fará com que a água vaze para as áreas do bloco onde não foi projetada para ir. Isso fará com que os níveis de fluido refrigerante caiam sem nenhum vazamento perceptível sob o reservatório de refrigerante, mangueiras ou radiador. Para verificar se há uma junta do cabeçote com defeito, puxe a vareta de óleo. Observe a cor do óleo no final da vareta. Se tiver uma aparência leitosa ou aparecerem bolhas de água, é uma boa indicação de que a junta do cabeçote está queimada.

Mangueiras e conexões com problemas

Verifique todas as conexões onde as mangueiras se conectam ao radiador e ao motor. Anote se você vê algum fluido ao redor dessas áreas. As mangueiras ruins podem não mostrar vazamentos até que o motor seja ligado. Substitua todas as braçadeiras ou mangueiras ruins. Inclua a inspeção da mangueira do radiador durante as trocas de óleo ou ajustes para evitar problemas com o sistema de refrigeração no futuro.

Tampa do radiador vazando

Uma tampa do radiador com defeito pode ser a causa de vazamentos de fluido no sistema de refrigeração. Nunca tire a tampa do radiador depois de desligar o carro, pois o sistema está sob pressão. Espere até que o radiador esfrie ao toque antes de remover a tampa. Tampas substituíveis estão disponíveis em lojas de peças automotivas por um pequeno custo.

Ficou alguma dúvida sobre a baixa do líquido de arrefecimento no radiador? Se ficou, deixe nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)