Carro que não consome muito combustível: como escolher?

Em Carros populares por André M. Coelho

Se você comprar inteligente, você pode economizar combustível – e dinheiro – por anos para vir. Essas dicas ajudarão você a classificar as centenas de modelos de veículos no mercado para que você possa encontrar o veículo mais eficiente em termos de combustível para atender às suas necessidades.

Carro que não consome muito combustível é menor

Geralmente, quanto menor o veículo, menos combustível consome e o dióxido de carbono produz. Estreite suas opções para o menor tipo de veículo que atenda às suas necessidades diárias e você economizará dinheiro não apenas no showroom, mas também na estrada. As peças também tendem a ficarem mais baratos, o que gera mais economias.

Carro econômico tem marchas extras

Marchas extras podem fazer um trabalho melhor de manter o motor em execução em seu nível mais eficiente. Para obter melhores relações de marcha possíveis, considere uma transmissão continuamente variável (CVT). Os CVTs usam cintos e polias para permitir um número infinito de engrenagens.

Simplifique o sistema de tração do veículo

A tração dianteira é a mais eficiente. All-wheel e tração nas quatro rodas são a menos eficientes em termos de combustível. Mas se você precisar, escolha um sistema de tração que envolva todas as quatro rodas somente quando necessário.

Compre menos potência

Geralmente, quanto maior o motor (isto é, maior a potência), mais combustível é consome. Muitos veículos vêm com vários tamanhos do motor e você pode economizar dinheiro comprando menor. O menor motor também pode gerar menores gastos com peças quando há o desgaste natural.

Evite extras desnecessários no veículo

Muitas características extras aumentam a quantidade de combustível que um veículo consome adicionando peso, aumentando o arrasto aerodinâmico ou puxando a energia extra do motor. Pergunte a si mesmo se o conforto ou conveniência estes recursos oferecem vale um aumento contínuo nos custos de combustível.

Eficiência de combustível

Um veículo com boa eficiência de combustível vai proporcionar economias para suas finanças. (Imagem: Expert Testing)

Componentes elétricos no veículo

A eletricidade puxada por assentos, janelas, espelhos e fechaduras de porta elétricos não é significativa. Seu peso adicional, no entanto, é. Os assentos elétricos podem adicionar entre 40 e 60 quilos a um veículo de 1.200 quilos, resultando em um aumento de 2 a 3% no consumo de combustível.

Da mesma forma, a partida remota de carro encorajaa as pessoas a iniciar seus carros antes de estarem prontos para dirigir. Isso desperdiça combustível.

Ar condicionado gasta combustível

Ar condicionado pode aumentar o consumo de combustível em mais de 20% em condições de condução de cidade. Procure um sistema com um modo de “economia” para ajudar a minimizar o impacto do uso de ar condicionado e assim, ter um carro muito mais econômico.

Rack de teto permanente

Mesmo vazio, um rack permanente aumenta o arrasto aerodinâmico. Por extensão, aumenta a quantidade de combustível que um veículo deve queimar para se mover.

Motores turbocompressores podem não ser econômicos

Reduzir para um motor menor com um turbocompressor pode ser mais eficiente em termos de combustível. No entanto, colocar turbo em um motor de tamanho padrão para obter mais potência pode aumentar os custos de combustível em vez de salvá-los.

Peças para aumentar a eficiência de combustível do veículo

Uma série de opções baratas pode ajudá-lo a reduzir o consumo de combustível. Basta escolher um veículo que tenha essas opções para ter mais opções de economia:

Rodas de alumínio: as rodas de alumínio são mais claras que as rodas regulares. Como resultado, um veículo não precisa usar tanta energia para movê-los.

Aquecedor de bloco: um aquecedor de bloco aquece o bloco de motor de um veículo. Isso significa que você começa um motor semi-quente e melhora a eficiência geral do combustível de inverno do seu veículo.

Controle de cruzeiro: o Controle de Cruzeiro ajuda a manter a constante velocidade de um veículo na estrada. Isso evita desacelerações e acelerações não intencionais que aumentam a quantidade de combustível que um veículo usa.

Sistema de navegação: os sistemas de navegação mostram a rota mais direta para o seu destino. Isso economiza de desperdiçar combustível em desvios.

Rack removível: racks de teto removíveis são mais eficientes em termos de combustível do que os permanentes, porque você pode removê-los e eliminar o arrasto, quando não estiver usando.

Teto solar: janelas abertas ou solares são mais eficientes em termos de combustível do que o ar condicionado nas velocidades da cidade. Mas nas rodovias, eles aumentam o arrasto e o consumo de combustível. Procure um teto solar que tenha uma função de inclinação, que aumenta a ventilação sem aumentar o arrasto.

Tacômetro: os tacômetros mostram a velocidade do motor. Eles permitem que você saiba quando mudar uma transmissão manual para a melhor eficiência de combustível.

Janelas matizadas: o vidro matizado bloqueia um pouco do calor do sol de entrar no seu veículo. Isso te mantém mais frio sem ar-condicionado. Você pode instalar o vidro colorido em qualquer veículo, novo ou usado.

Computador de bordo: os computadores de viagem mostram a quantidade de combustível que você usa e desafia você a consumir menos.

Como você escolhe um carro que consome menos combustível? Quais critérios acha mais importantes?

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário