A tecnologia aparentemente nova dos carros elétricos é na verdade tão antiga quanto o carro movido a gasolina, mas para muitos novos compradores isso é visto como algo muito novo. Apesar do carro elétrico ter mais de 100 anos, eles estão se tornando uma proposta realista para o uso diário em termos de usabilidade e custos de operação. Não convencido? Então reunimos algumas curiosidades sobre estes incríveis veículos.

Preço do carro elétrico

Você pagará mais para comprar um carro elétrico do que uma gasolina ou diesel equivalente, mas não precisa comprar estes veículos. Na verdade, a maioria das pessoas estão hoje optando por alugar veículos elétricos através de empresas ou aluguel diretamente com os proprietários. Se a propriedade do carro elétrico é uma questão muito importante, você pode começar com um modelo híbrido, que é mais barato e mais viável.

Impostos sobre o veículo elétrico

Há uma tendência ao redor do mundo de cobrar menos impostos de veículos elétricos, tanto em sua fabricação quanto em seus impostos de rodagem. Estes incentivos tem ajudado a popularizar os veículos elétricos e os híbridos. Há também uma tendência de barateamento dos custos de energia elétrica e encarecimento dos derivados do petróleo em questões de impostos, o que pode favorecer aqueles que estão com veículos elétricos.

E quanto a outros custos de funcionamento de um carro elétrico?

Compre um novo veículo elétrico e ele provavelmente perderá mais do seu valor em comparação com um carro convencional. Como resultado, pode haver algumas ofertas incríveis para comprar quando usados. Os requisitos de manutenção são mínimos porque há poucas peças em um carro elétrico. O custo mais alto, geralmente, estará nos pneus e freios. Depois, há o combustível, e isso é o que faz toda a diferença em quanto custa rodar um veículo todos os dias. Compre gasolina ou diesel e o preço do combustível é razoavelmente fixo, mas o custo da eletricidade pode variar muito dependendo de quem você compra e quando.

Praticidade dos veículos elétricos

Em termos de espaço e versatilidade, um veículo elétrico está em pé de igualdade com um carro “normal” – pelo menos se ele foi projetado como um veículo elétrico desde o início. Aqueles convertidos para funcionar com eletricidade tem um compartimento de carga menor por causa da bateria ter que ser acomodada. Mas modelos mais modernos têm a bateria dentro do piso, embaixo da cabine, o que significa que o carro dirige melhor graças à melhor distribuição de peso, além do espaço interno e de inicialização não serem comprometidos.

Qual o alcance de um carro elétrico?

Tal como acontece com um carro convencional, o quão rápido você dirige ditará o alcance do carro. Dirija mais devagar e você receberá mais kms com uma carga completa, enquanto o uso de muitos componentes elétricos do carro (aquecedor, luzes, limpadores) também consumirá a bateria mais rapidamente. Os Teslas sempre tiveram um alcance muito melhor do que qualquer outro graças à sua bateria muito maior (e, consequentemente, tornando-o um veículo mais caro). Mas compre um carro elétrico convencional e você deve ser capaz de dirigir bem com uma única carga, em boas condições. Para a maioria das viagens, um carro elétrico convencional tem carga de sobra. Como resultado, muitas pessoas que compram um veículo como um segundo carro acabam escolhendo-o como o transporte primário com o outro veículo se tornando o reserva para viagens mais longas. Grandes avanços estão sendo feitos com a faixa de baterias e vários veículos já vêm equipados com conjuntos de baterias aprimorados que aumentam a autonomia do mundo real.

Carros elétricos no mundo

Carros elétricos tem se tornado mais populares, mas tem vários desafios ainda a superar. (Foto: University of Pennsylvania)

Recarregamento da bateria do veículo elétrico

Este é o problema de algumas pessoas, porque você precisa ter um lugar onde possa recarregar seu veículo. Se você mora em uma cidade, você não pode deixar cabos passando pela calçada, então você precisa ter uma unidade de carregamento ou garagem, ou talvez você possa recarregar as energias no trabalho. Todos os veículos elétricos têm opções variadas de carregamento, dependendo da conexão disponível. Use uma tomada doméstica de e ele pode levar oito horas para recarregar a bateria, enquanto um carregador rápido geralmente pode chegar a 80% em meia hora.

Quantos pontos de carregamento existem para veículos elétricos?

No mundo, diversos programas estão criando pontos de carregamento em pontos chave das cidades. No Brasil, as iniciativas ainda são tímidas, mas tendem a crescer com o tempo. Aplicativos podem ser usados para te orientar ao ponto de carregamento mais próximo, mas não há garantia de que ele vá estar funcionando ou disponível. É por isso que carregar em casa – se você puder – é sempre a melhor opção. Geralmente é o mais barato também.

Os carros elétricos são confiáveis?

A beleza do carro elétrico é que é muito mais simples do que um a gasolina ou um diesel, então é muito menos provável que tenha problemas – pelo menos mecanicamente. Onde os problemas surgem normalmente é devido a uma falha eletrônica ou de software que normalmente significa apenas que uma atualização é necessária.

E quanto a vida útil da bateria?

Esta é uma questão que ainda é desconhecida. Há poucos casos de substituição de baterias devido ao vício ou desgaste. A maioria das baterias ainda estará na garantia quando apresentar qualquer problema. Uma garantia entre cinco e sete anos é típica em todos os veículos elétricos, o que pode deixar os proprietários mais seguros.

Quanto custa uma nova bateria?

As baterias de reposição costumam ser muito caras, custando até mais da metade do custo do próprio veículo. No entanto, uma bateria é composta por dúzias de células e estas falharão uma de cada vez. Em vez de substituir a embalagem completa, provavelmente terá de renovar uma ou duas células, e estas são normalmente são muito mais baratas.

Ficou alguma dúvida sobre os carros elétricos? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)