O corpo da borboleta é um dos componentes que mais precisa de manutenção em um veículo, principalmente para a limpeza apropriada deste componente. Entender melhor sua função e uso pode ajudar na hora de fazer uma manutenção ou quando o componente apresentar algum defeito que precisa de correção.

O que é o corpo da borboleta?

O corpo do acelerador, chamado de corpo da borboleta, é um tubo que contém uma válvula plana giratória (borboleta) usada para controlar a quantidade de ar que entra no motor. Em um carro injetado eletronicamente, um sensor de posição do acelerador e um sensor de fluxo de ar se comunicam com o computador, que fornece a quantidade correspondente de combustível necessária nos injetores.

Nos motores com carburador mais antigos, o corpo do acelerador é incorporado ao carburador e, por meios mecânicos e vácuo do motor, mais combustível é fornecido à medida que a válvula se abre.

Como funciona o TBI ou corpo da borboleta?

Em um motor com injeção de combustível, o corpo do acelerador normalmente está localizado entre o filtro de ar e o coletor de admissão e é conectado ao pedal do acelerador mecanicamente com um cabo ou eletronicamente por fio. Quando o motorista pressiona o pedal, a borboleta no corpo do acelerador gira para permitir que mais ar flua para o coletor.

Quando isso acontece, o sensor de posição do acelerador informa à ECU que você pisou no acelerador. E o sensor de fluxo de ar detecta mais ar e envia uma mensagem ao computador do carro para aumentar a quantidade de combustível fornecida pelos injetores.

A maioria dos automóveis tem apenas um corpo grande do acelerador, mas alguns carros com motores maiores podem ter um para cada banco de cilindros, ou mesmo um em cada cilindro, embora estes sejam relativamente incomuns. Alguns sistemas usam um corpo de borboleta com duas gargantas e borboletas menores em vez de uma grande, principalmente os primeiros motores EFI de caminhões Ford, mas a função é a mesma.

Funcionamento do corpo da borboleta

O corpo da borboleta contribui para a mistura de ar e combustível para o funcionamento correto do motor do veículo. (Foto: BestRide.com)

Limpeza do corpo de borboleta: por que fazer?

Um bom filtro de ar é absolutamente crítico para a operação do corpo do acelerador, porque o acúmulo de sujeira em sua superfície ao longo do tempo pode danificar a borboleta, causando problemas graves de inatividade e dirigibilidade. Dependendo de como a válvula PCV é acionada no motor do seu carro, você também pode acumular resíduos de óleo.

É por isso que o corpo da borboleta e do acelerador precisam de limpeza periódica. Após removê-lo da entrada, limpe o corpo do acelerador com um limpador de carburador com solvente de aerossol / injeção de combustível e uma escova pequena ou pano de algodão. Preste atenção especial à borboleta do acelerador, que é presa com pequenos parafusos (geralmente presos ao pivô do acelerador para impedir a remoção), mas você não precisa removê-lo para limpá-lo.

Cuidados ao limpar o corpo de borboleta

Se o sensor de posição do acelerador (TPS) ou o sensor de fluxo de ar estiverem no corpo do acelerador, tenha cuidado com eles. A remoção do TPS pode exigir recalibração posteriormente. Os sensores de fluxo de ar em massa (MAF) são muito sensíveis a contaminação e possuem um spray de solvente específico apenas para limpá-los.

Problemas no corpo do acelerador

Outros problemas do corpo do acelerador podem incluir válvulas de controle de ar inativo (IAC) com defeito ou sensores de pressão absoluta do coletor (MAP). A válvula IAC permite que o computador controle a velocidade ociosa, soprando pequenas quantidades de ar na entrada. O sensor MAP transforma o vácuo do motor no coletor em um sinal eletrônico, informando ao computador quanto combustível injetar.

Um motor que acelera alto em marcha lenta, ou com uma marcha lenta que sobe e desce, pode ter um vazamento de vácuo ou uma mangueira de admissão rasgada. Uma marcha lenta alta consistentemente pode significar que a válvula IAC está aberta, ou pode ser necessário ajustar uma parada do acelerador mecânico.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)